Manual de Redação do Enem 2017

0
  

MEC libera Manual de Redação do Enem 2017. Documento também ganhou uma vesão em LIBRAS.

Já estamos na segunda quinzena do mês de outubro de 2017 e mais uma vez estamos próximo das datas previstas para a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio, o conhecido Enem. De acordo com dados recentes do Inep, que é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, milhões de pessoas se inscreveram para realizar o exame neste ano de 2017.

Quem se inscreveu para realizar o Enem de 2017 já pode ter acesso ao Manual de Redação, que foi liberado na última da última segunda-feira, dia 16 do mês de outubro. A grande novidade deste ano está no fato de o documento também ser disponibilizado na versão de Libras, que é a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Ao acessar a cartilha do participante o candidato obterá informações importantes sobre as características que a redação realizada no Enem deve possuir. Além disso, nesse manual o estudante terá acesso à metodologia utilizada para avaliar o texto dissertativo, onde explica com detalhes as cinco competências que são consideradas no momento em que os textos são corrigidos.

Na redação do Enem o estudante pode tirar desde a nota zero até nota mil, o que vai depender da qualidade de seus argumentos e se o texto atende à metodologia que se aplica a sua correção.

É interessante que o candidato realmente leia a cartilha, pois além de conhecer o método de avaliação do Enem, ainda poderá visualizar redações de edições passadas que apresentaram problemas, seja no modelo usado, nos termos ou na inconsistência de ideias e assim poder estabelecer comparações com a maneira correta de produzir o texto.

Embora a maioria dos estudantes alegue que é praticamente impossível zerar a redação do Enem, isso acontece, comprometendo totalmente o aproveitamento da nota de seu candidato.

Assim, a cartilha vai pontar os motivos que podem levar ao temido “zero” na redação. Lembrando que para esta edição e 2017 o número de motivos aumentou. Por isso é tão importante ler a cartilha e ficar atento.

Conheça abaixo os motivos que podem levar o candidato a zerar a sua redação do Enem 2017:

– Fugir totalmente do tema;

– Desrespeitar a estrutura que um texto dissertativo-argumentativo deve possuir;

– Escrever menos de sete linhas;

– Copiar integralmente ou parcialmente os textos motivadores que estão presentes no caderno de prova;




– Desenhar ou usar impropérios;

-Apresentar argumentos desconectados do tema;

– Colocar nome, assinatura, rubrica ou ainda apelido em local que não seja próprio para a assinatura do inscrito;

– Apresentar todo o texto redigido em língua estrangeira;

– Desrespeitar os direitos humanos;

– Apresentar folha de redação em branco;

As redações produzidas no Enem são corrigidas por dois professores, contudo, quando as opiniões de ambos divergem em relação a produção textual que estão avaliando, um terceiro professor é chamado para auxiliar na correção.

Assim como são apresentados modelos de redação com erros que podem comprometer a nota dos candidatos, o Manual de Redação também traz modelos de redação que tiraram nota mil.

Ao produzirem estes textos os candidatos cumpriram todas as exigências que são estipuladas nas competências apresentadas no manual.

Nesse sentido, se você é um candidato ao Enem 2017 e durante todo o ano vem se preparando para realizar as provas e inclusive a redação, não deixe de acessar o Manual de Redação do ano de 2017, pois com certeza nela existem informações que serão muito úteis na hora em que você irá produzir o seu texto.

Uma dica aos candidatos é reservar um bom tempo para a redação, para que assim seja possível fazer um texto coeso e coerente evitando os erros que podem diminuir a sua nota. Boa sorte.

Sirlene Montes






Deixe uma resposta