Acupunturista – Informações sobre a profissão



  

Você já pensou sem e tornar um Acupunturista? É isso mesmo, aquele que pratica a medicina alternativa chinesa e pratica a acupuntura. É um ótimo ramo e está em alta, haja vista os grandes benefícios que a prática tem fornecido à população. Mas você pode estar se perguntando o porquê de a acupuntura ser tão benéfica assim. Eu digo que é por que ela trabalha com estímulos específicos em determinadas regiões do corpo e assim, os neurotransmissores agem como as serotoninas e as endorfinas, o que normaliza diferentes funções do corpo.

Na maioria das vezes a acupuntura ocorre com agulhas, raios lasers ou microcorrentes elétricas. Cabe lembrar que todos os aparelhos utilizados são esterilizados e muitos profissionais da saúde afirmam que o método é excelente para complementar qualquer tipo de tratamento.

Sendo assim, você precisa ficar atento às características que um profissional precisa ter, sendo elas: sensibilidade, atenção aos detalhes, boa visão, ser detalhista, capacidade de concentração, facilidade em lidar com agulhas e objetos cortantes, interesse pela cultura oriental e pela medicina, raciocínio lógico e rápido, e firmeza nas mãos.




Mas você deve estar se perguntando: qual curso eu preciso ter para me tornar um acupunturista? Bom, para ser um profissional de acupuntura, então você precisa ser formado em uma das seguintes áreas: Medicina, Farmácia, Fisioterapia, Psicologia, entre outros e se especializar na área. Cabe ressaltar que pessoas com ensino médio completo também podem se tornar acupunturistas e para isso basta que façam o curso Técnico de Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. O método é indicado para diversos casos, como dores de cabeça; processos agudos e crônicos de dor; insônia e ansiedade; dores na cervical, ombro e cotovelo; lesões nas articulações; traumatismos; tendinites; problemas digestivos; problemas pulmonares e alérgicos; lesões esportivas; pré e pós-operatório; problemas ginecológicos; estresse; lombalgias; entre várias outras funções.

Entretanto, o mercado nessa área tem crescido bastante nos últimos anos e vem ganhando cada vez mais credibilidade.  

Por Luciana Viturino






Postar Comentário